Bookings contacto no topo

BOOKINGS

(+351) 936 864 990 geral@letsgetlost.pt

COMUNICAÇÃO

LIVECOM
(+351) 925 830 186 / 967 294 360

Ride 1 © Aidan Kless
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Depois de participar na concepção da música e vídeo do espectáculo de Vhils, “Periférico”, que esgotou duas noites no CCB a 7 e 8 de Abril, Dj Ride assina agora a banda sonora da nova campanha da NOS, com uma remistura do tema dos Queen: “Don’t Stop Me Now”.

unnamed

(clicar na imagem para ver)

No início do mês de Abril, lançou ainda o seu primeiro single de 2017. “ONE WAY TRIP”, música composta em parceria com o produtor francês SKAN e com voz do rapper canadiano M.I.M.E, conta já com mais de 200.000 visualizações entre as várias versões colocadas no YouTube e mais de 80.000 reproduções no soundcloud.

unnamed-2

(clicar na imagem para ver)

Depois de Dj Ride ter estado em digressão internacional, com passagem pela Polónia, Holanda, Espanha, Nova Iorque e Suíça, estão reservadas mais novidades de Beatbombers, projecto com o qual se sagrou bicampeão mundial de Dj, em conjunto com Stereossauro. O álbum de estreia da dupla, que já está finalizado, será apresentado em breve.

17265477_395189260874143_7719443294895210496_n
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Sem barreiras nem preconceitos – Alunos do 7º ao 12º ano desafiados a escolher uma profissão. Escolas com maior mobilização recebem um concerto do Jimmy P.

17265477_395189260874143_7719443294895210496_n

A EDP lançou , em conjunto com o músico Jimmy P, o projeto “Tagga o teu Futuro”, uma iniciativa dirigida a alunos entre os 12 e 18 anos, que envolve cerca de mil escolas de todo o país e que tem como objetivo promover a mudança na sociedade para um caminho de maior diversidade e inclusão.

Com o single “Handz Up” o músico dá voz a esta causa ao desafiar os jovens a serem ousados nos seus sonhos e acreditarem num futuro sem barreiras e preconceitos. No videoclip da música “Handz Up”, que assinala o arranque desta iniciativa da EDP, Jimmy P apela aos jovens para não baixarem os braços e acreditarem em si: “Ser diferente não é ser inferior. É ser igual a ti mesmo e conheceres o teu valor.”

O envolvimento das escolas e dos jovens é feito através de uma plataforma [taggaoteufuturo.edp.pt] onde, como primeiro desafio, cada um dos alunos poderá fazer a sua participação. O objetivo é que cada jovem possa ‘taggar’ o seu futuro e assinalar a profissão dos seus sonhos, sem barreiras nem preconceitos.

As escolas com maior nível de mobilização até ao próximo dia 21 de abril, serão conhecidas no início de maio e receberão um concerto do Jimmy P.

Como segundo desafio e em parceria com a associação Inspiring Future, os professores serão convidados a mobilizar os seus alunos, em contexto de aula, a debater as limitações com que se deparam no dia-a-dia e a refletir sobre possíveis soluções, identificando os recursos necessários para o efeito. As iniciativas vencedoras serão apoiadas pela EDP através de um conjunto de mentores, incluindo o Jimmy P, para apoiar a sua concretização. 

Promovido pela EDP, o projeto “TAGGA O TEU FUTURO” pretende ajudar a mudar mentalidades, sabendo que os jovens realizam escolhas, na maioria dos casos, condicionadas por barreiras ou preconceitos que lhes são impostos pelo seu contexto, origem ou características pessoais. 

“A EDP acredita que o respeito pelo ser humano, que se traduz na sua diversidade individual e na representatividade presente nas comunidades em que se insere, é um imperativo moral e um dever ético na sua atuação como empresa socialmente responsável. Para nós este posicionamento tem que fazer parte da nossa cultura, mas também servir para mudar a cultura que nos rodeia. 

A EDP considera que, através de uma aposta nas futuras gerações, conseguiremos ter um papel ativo na mudança de mentalidades e na crescente consciencialização de que as profissões e as competências que elas traduzem não têm género, cor ou condição física. No fundo ao somarmos diferenças, ganhamos futuro!

Ao escolhermos o Jimmy P como embaixador deste projeto pretendemos fazer chegar esta mensagem aos jovens através de uma das principais formas de comunicação – a música”, explica o Diretor Adjunto de Recursos Humanos da EDP, responsável pela área de Diversidade e Inclusão, João Tavares.

Para o músico Jimmy P, o objetivo é ajudar os jovens a lutar pelos seus sonhos, promovendo a diversidade e a inclusão no sítio onde eles passam mais tempo – a escola. “Identifico-me com este projeto a 100% e passo essa mensagem na minha música. Gostava que os jovens seguissem os seus sonhos, sem medo. Eu sonhava ser músico, e sou. Vivi em França, vim para Portugal para jogar futebol, mas prefiro mil vezes mais fazer música. Nem sempre tive apoio ou a aprovação dos outros, mas nunca desisti do meu sonho.”, conta o artista.

Clicar na imagem para ver o video Handzup

unnamed

unnamed
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

unnamed

Jimmy P apresentou na semana passada o projecto pedagógico de combate à Violência no Namoro – “Amarte e Respeitar-te”. O lançamento desta campanha de interacção e proximidade com os jovens, promovida pela betweien em parceria com Jimmy P, coincidiu com a comemoração do Dia dos Namorados, e foi apresentada na Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia,  Braga, no auditório Galécia, e na Escola Secundária Vergílio Ferreira, em Lisboa.

O projecto assenta num livro, com três histórias sobre Violência No Namoro, e espaço em branco para, a partir dos instrumentais com letra de Jimmy P sobre esta temática, disponíveis para descarga no site da campanha, os alunos escreverem as suas próprias letras, criando versões alternativas das canções originais.

Amarte e Respeitar-te” é um projecto pedagógico que visa capacitar e dotar os/as jovens de ferramentas de diagnóstico e prevenção de comportamentos agressivos nas relações de namoro. O livro conta ainda com um capítulo de apoio à preparação de uma campanha de sensibilização sobre a problemática, tendo o projecto vários formatos para se apresentar nas escolas portuguesas.

Saiba mais sobre este projecto em:

www.amar-teerespeitar-te.com

www.facebook.com/amarteerespeitartejimmyp

ida
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Os Beatbombers de Dj Ride e Stereossauro, sagraram-se campeões da categoria “Show” na final dos IDA World DJ Championships de 2016, que decorreu ontem à noite em Cracóvia, na Polónia. Este troféu foi atribuído por uma equipa de jurados que reuniu os mais conceituados Djs, tendo contado com Scratch Perverts (UK), Kentaro (JP), Rafik (Alemanha), Esquire (USA) e Dj Erie (Holanda). É a segunda vez que a dupla portuguesa vence a mais importante e prestigiada competição do mundo na arte do scratch e do turntablism, após ter alcançado a vitória em 2011. Os Beatbombers têm, aliás, sido sucessivamente premiados nesta competição: 2º lugar em 2010 e 2012; 3º lugar em 2014; e as vitórias de 2011 e 2016, um feito absolutamente histórico para Portugal.

Dj Ride e Stereossauro (que isoladamente concorreu na categoria técnica, classificando-se em 4º lugar) juntam mais este troféu ao seu palmarés, que este ano contou com um novo título: pela segunda vez consecutiva, os Beatbombers sagraram-se vice-campeões mundiais nos DMC World DJ Championships, competição online.

2016 tem sido um ano intenso para Dj Ride que, além dos campeonatos, tem tocado nos principais eventos em Portugal, dos quais se destacam a Web Summit, o Red Bull Music Academy Culture Clash, o Super Bock Super Rock, o Rock in Rio, o MTV Back to School, o Festival F e o Festival Iminente, preparando-se já para 2017 com presença confirmada no Eurosonic Noorderslag, em Groningen, na Holanda.

ida

 

honorato-logo_branco
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Numa altura em que se encontra “A preparar coisas novas (…)”, tal como fez saber na semana passada, através do seu facebook oficial, Jimmy P promoveu um encontro muito especial com alguns seguidores na hamburgueria Honorato, no Porto.

jimmy-p-_-honorato-sessions

(clicar na imagem para ver video)

Depois de uma intensa digressão de Verão, Jimmy P regressa aos palcos mais importantes do país, com uma actuação de entrada livre no Casino Lisboa, agendada para 26 de Dezembro. Do alinhamento constará o single “Entre as Estrelas”, o terceiro retirado do mais recente álbum de Jimmy P, “Essência”, que conta com a colaboração de Diogo Piçarra e continua em destaque nas principais rádios nacionais desde o seu lançamento, há 3 meses. A ascensão de “Entre as Estrelas” a single foi a resposta natural à ligação espontânea que os fãs estabeleceram com a música. O lyric video e o vídeo oficial pensado à posteriori, já ultrapassam os 3 milhões e meio de visualizações.

14114943_10154425505451119_6382913555976730770_o
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Nova compilação da label  We Many já está online. São mais de 10 faixas de produtores de vários pontos do mundo: Mixre, Fleming, Babe, HILLS, MontyCler, Pixagram, VESHZA, MST., NAPKN, Lystèry & BOOFLILY. Free download aqui.

14114943_10154425505451119_6382913555976730770_o

logo beatbombers 2016
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Os Beatbombers, projecto de Dj Ride e Stereossauro, repetem o feito do ano passado e conseguem alcançar o 2.º lugar do concurso mundial de scratch online, organizado pelo Disco Mix Club (DMC), na categoria de equipas, ficando apenas a 3 pontos da dupla vencedora.

unnamed

Os DMC World DJ Championships existem desde 1985, consagrando desde então os melhores Djs do mundo. A formação portuguesa apresentou-se este ano como favorita à vitória, qualificando-se em primeiro lugar para a final na sua ronda. Ainda assim, os resultados revelados ontem ao fim do dia determinaram o segundo lugar, a escassos pontos dos franceses DJ Fly + DJ Netik.

Os Beatbombers, que este Verão já tocaram no festival Rock in Rio e no Ocean Spirit, são uma referência mundial na arte do turntablism e em 2011 arrecadaram mesmo o título mundial no IDA (International Dj Association) World Championships, competição onde também conseguiram a segunda posição em 2010 e 2012.

unnamed

unnamed
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

DJ Ride continua a digressão de apresentação de “From Scratch”, o seu 4º álbum de estúdio, e na próxima quarta-feira, dia 11 de Maio, tem a seu cargo a curadoria da Queima das Fitas de Coimbra, numa noite designada por “Night by DJ Ride”. Será o único artista envolvido na programação da mais antiga Queima das Fitas portuguesa e é também o padrinho desta edição. Ride, que actua em formato live band e em DJ Set, convida Jimmy P, Regula e MGDRV a integrar o line up dessa noite.

Mais logo DJ Ride actua na Semana Académica de Portalegre e este sábado na Semana Académica de Aveiro, passando ainda dia 12 de Maio pelo Enterro da Gata, em Braga. Este verão tem também concertos marcados em dois dos maiores festivais de música portugueses, o Rock in Rio, em que actua com o projecto Beatbombers, e o Super Bock Super Rock, onde tem a seu cargo o encerramento do festival.

unnamed

 

unnamed
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

“Para mim este disco é simbólico pois encerra um ciclo: fazer 3 discos em 3 anos. Representa liberdade criativa, estética e conceptual. No fundo, ilustra bem uma de muitas formas de fazer Hip-Hop: fazer, dentro desse universo, Rap e R&B. Creio que até à data é o meu trabalho mais sólido pois acontece naquele que é seguramente o meu melhor momento criativo. Houve uma certa preocupação, juntamente com o produtor do disco (J-Cool), de produzir bases rítmicas e instrumentais que me permitissem criar o que eu pretendia neste disco: canções agradáveis, raps melódicos e bem escritos.”

Jimmy P

unnamed


Álbum disponível nas seguintes plataformas:

MEO Music | iTunes | Apple Music | Spotify | Deezer | Google Play | Amazon

“Essência” é o terceiro longa-duração de Jimmy P que chega hoje às lojas e é apresentado na próxima sexta-feira, dia 8 de Abril, no Hard Club, no Porto. J-Cool, com quem já trabalhou em alguns dos seus maiores sucessos como “Amigos e Amantes” e “Storytellers”, está ao leme da produção do disco que leva Jimmy P a atingir a maturidade, aprofundando um discurso cada vez mais coerente e personalizado e um estilo único. “Não tás a Ver” é o segundo single retirado do novo álbum, depois de “Valer a Pena”, lançado em Dezembro, e já se encontra em airplay nas rádios nacionais. 

Como o Jimmy P descreve, “Essência” completa um ciclo que o levou a editar três álbuns em três anos. Neste disco foca-se nas suas raízes pessoais e no apuramento da sua identidade enquanto artista. Prova-nos que tem a capacidade de fundir, com mestria e equilíbrio, o Rap certeiro e incisivo com a riqueza harmónica e melódica Soul e a sensibilidade contemporânea da Pop.

Jimmy P é uma figura central e modelar da nova geração de música portuguesa, uma referência do que melhor se faz na música urbana actual. “Essência” chega hoje às lojas depois do percurso meteórico dos primeiros álbuns: “#1”, o disco de estreia que esgotou semanas após a sua edição e o levou a percorrer o país inteiro em digressão; e “FVMILY F1RST”, o álbum de onde foi retirado “On Fire”, um dos grandes singles de 2015, que permitiu a Jimmy P fortalecer a relação com o seu público e conquistar uma posição de relevo na nova música portuguesa. 

“Essência” será apresentado ao vivo na próxima sexta, dia 8 de Abril, no Hard Club, no Porto, os bilhetes estão à venda nos locais habituais e em ticketline.sapo.pt pelo preço único de 10€.

unnamed-2

instagram
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

“Essência”, o terceiro longa duração de Jimmy P chega às lojas a 1 de Abril e o primeiro concerto de apresentação está já agendado para uma semana depois, a 8 de Abril, no Hard Club, Porto.

Deste “Essência”, o cantor, compositor e letrista que nasceu no sul mas que vive na invicta desde os seus 17 anos, já mostrou “Valer a Pena”, o primeiro single, a que deverá suceder um segundo, ainda no primeiro trimestre do ano.

Figura central da nova geração da música portuguesa, Jimmy P representa o que de melhor se faz na música urbana actual, espaço largo para onde faz confluir uma fusão perfeita entre o Rap e o R&B. O poder da rima, bem como a prevalência da palavra longe de estereótipos misóginos e lugares comuns, nunca deixará de ser central no seu trabalho que, mais do que nunca, atinge em “Essência” uma sofisticação melódica que já se adivinhava e que está reservada apenas aos clássicos.

Com cerca de 168 mil seguidores no seu facebook oficial e vídeos com mais de três milhões de visualizações, Jimmy P é um caso sério de popularidade. 

Siga este link para ver o vídeo “Essência – Episódio 1”.

banner fb 1024x768

cover_jimmy
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Jimmy P. é um dos mais sólidos e consistentes talentos da nova geração do Hip Hop nacional.

Senhor de um estilo único, Jimmy P. tem consolidado uma imensa legião de seguidores e, desde a edição do disco de estreia – #1 – em 2013, até “Fvmily F1rst”, deste ano, a sua carreira só tem conhecido um sentido: o ascendente.

“Valer a pena”, o single que agora estreia, marca o início da sua ligação à Nortesul e serve de aperitivo para o seu próximo longa-duração, com edição prevista para os primeiros meses de 2016.

Mais uma vez, Jimmy P. faz valer o seu talento, oferecendo-nos uma canção intensa e contagiante, construída com base numa riqueza melódica que começa a ser a sua imagem de marca e que lhe tem valido o reconhecimento, não só da comunidade Hip Hop, mas do público urbano, em geral.

Disponível em:

Youtube
MEO Music 
Spotify
iTunes
Apple Music
Google Play (download)
TIDAL
Rdio
Groove

 

cover_jimmy

unnamed
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

“FROM SCRATCH”  Feat. HMB * CAPICUA * DENGAZ & ZACKY MAN * STEREOSSAURO * MIA HOLIDAY * FREE THE ROBOTS & LEWIS M * MGDRV * HOLLY * JIMMY P * VALETE & NBC & ENOQUE

Em inglês, a expressão “start from scratch” significa reiniciar, começar de novo, como quem elimina tudo o que veio antes para voltar a ter pela frente uma folha em branco, plena de possibilidades, aberta ao futuro. De certa maneira, essa ideia aplica-se ao novo trabalho de DJ RIDE, From Scratch, mais uma entrada numa generosa discografia que se tem desenhado desde 2007.

DOC

Um pouco de história, antes de mais nada: a estreia de DJ RIDE aconteceu na Loop:Recordings, em 2007, com o álbum Turntable Food, editado numa época em que por cá o DJ ainda era visto, essencialmente, como um acessório na máquina hip hop centrada nos homens do microfone. No ano seguinte, em 2009, RIDE deixou claro que estava interessado em desbravar terreno e lançou a primeira “scratch tool” de vinil feita em Portugal, o ep “180 gr.” (o peso do vinil de qualidade superior…), lançado com carimbo da plataforma Red Bull Homegroove. 2009 trouxe mais dois registos, o EP Beat Journey para a Optimus Discos e o seu segundo álbum, o ambicioso Psychedelic Sound Waves, lançado na sua própria Rockit. Life In Loops foi o seu terceiro álbum, lançado uma vez mais com carimbo Optimus Discos, gerou o hit “Here Before” e projectou DJ RIDE para uma arena bem maior. No mesmo ano editou, como parte dos Beatbombers, projecto que divide com Stereossauro, mais um vinil pensado para DJs, com o título Tuga Breaks, objecto que até já mereceu uma sequela, embora limitada ao formato digital. O tempo que separa 2012 do presente foi essencialmente passado na estrada, a coleccionar títulos como DJ, a aprimorar os seus skills como produtor – assinou beats para gente como Jimmy P ou Capicua, por exemplo – e a preparar o presente. Já em 2015, e só para rematar a sua discografia, lançou com a revista Blitz a compilação Remixes & B Sides que reúne material disperso e lhe dá dimensão física. Três álbuns, três eps, mais uma compilação. DJ RIDE não tem parado.

Mas chega agora a hora de From Scratch. Nova editora, novo estúdio, novas máquinas, novas ideias, novos colaboradores. Recomeçar. De novo.

De facto, o novo álbum de DJ RIDE tem uma impressionante lista de colaboradores: HMB e Capicua já se fizeram ouvir em “Ciúmes” e “Fumo Denso”, singles que conduziram a From Scratch; depois há Dengaz e Zacy Man, Stereossauro, Mia Holiday, Free The Robots com Lewis M, MGDRV, Holly, Jimmy P e Valete. Gente consagrada e nomes frescos, em arranque de carreira. Portugueses e internacionais. Homens e mulheres. MCs e cantores. Produtores e djs. From Scratch é um disco plural, onde DJ RIDE tem o cuidado de explorar diferentes sonoridades e caminhos. “Sonoridades que me desafiam”, explica RIDE, quando enumera as vertentes exploradas. “Hip Hop e cruzamentos com a electrónica e todas as outras sonoridades que me desafiam”. Ou seja, DJ RIDE não procurou aqui o conforto das fórmulas já testadas, mas procurou ir mais longe. Ou recomeçar. From Scratch.

E isso significa que há por aqui uma ambição clara: os arranjos são cuidados, percebe-se que DJ RIDE já não está meramente interessado em produzir beats, mas em escrever canções, com ângulos melódicos irresistíveis, com arquitecturas modernas, mas engenharia clássica, com uma organização sonora que denota maturidade, com DJ RIDE a assumir-se como produtor não no sentido estrito que o hip hop atribui a essa palavra, mas num mais amplo contexto, de alguém que entende que diferentes vozes precisam de diferentes contextos, diferentes sons. E nesse sentido o novo álbum é um complexo corpo de ideias, mas que soa transparente quando se escuta, sem truques, sem excessos, só com grandes ideias. Trabalhadas do nada. From Scratch.  

‪#‎djridefromscratch‬ ‪#‎dáteasas‬

j ate
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

 

O rapper portuense está imparável. Depois de lançar em Fevereiro “Fvmily F1rst”, o segundo longa duração da sua carreira que foi apresentando de Norte a Sul do país com paragens no Festival MEO Marés Vivas e MEO SW, Jimmy P volta à carga apresentando ao público o tema “Até lá” – disponível no canal oficial do músico.

j ate

Co-produzido pelo conceituado Mário Barreiros, “Até lá” é um tema não incluído no álbum que simultaneamente serve de intervalo até ao novo disco a editar em 2016, como o próprio título sugere. O videoclipe, da responsabilidade da Bro Cinema, trata o conflito da relação entre 3 amigos, em que os egos, as prioridades e os valores com que cada um se rege influenciam a forma como eles se ligam e desligam. Nas palavras de Rui Major “Tal como na música, Jimmy P é um conselheiro experiente no vídeo, o sábio omnipresente que identifica cada lição e motiva a uma reflexão sobre o ser, apelando a que cada um deixe de ser o que os outros querem ver, e comece a “vestir a própria pele”.

A não-linearidade das narrativas paralelas e o ritmo rápido da montagem surge em paralelismo à confusão, velocidade e leveza das relações entre as pessoas, e delas com elas próprias, em que a relevância de cada momento se sobrepõe consecutivamente. Com esta abordagem, e através da métrica da montagem a percepção de cada momento é mais sensorial, tirando tempo e espaço para uma absorção e contemplação das imagens individualmente.

 

jimmy c h
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

O canal História recreou de uma forma muito especial a Batalha de Waterloo, que celebra este ano o seu bicentenário, convertendo-a numa “luta de galos” com dois rappers portugueses que se enfrentam ao som dos ritmos lançados pelo DJ Mike El Nite.

O desafio foi lançado a Jimmy P e também a Valete, que foram convidados a interpretar os papéis do imperador francês Napoleão Bonaparte e do Duque de Wellington para um videoclip musical. Através da composição de uma letra e música, ambos vão contar o desenvolvimento desta batalha e dar a conhecer alguns dos segredos desta ofensiva transcendental. Jimmy P interpreta o papel de Wellington num cenário de confronto, tensão e rivalidade com Napoleão Bonaparte, interpretado por Valete. Gravado em Madrid, o videoclip estreou no canal História a 18 de Junho.

jimmy c h

jimmy nas nuves
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone
Foi hoje disponibilizado o vídeo do segundo single do disco “Fvmily F1rst” no canal de youtube do Jimmy P. Depois do sucesso de “On Fire” que ultrapassou rapidamente a barreira de 1 milhão de visualizações no youtube, “Nas Nuvens” é o segundo single a ser apresentado já com airplay em diversas rádios nacionais.
O vídeo traça uma retrospectiva da carreira do Jimmy P desde o disco de estreia até aos dias de hoje, apresentado várias cenas de backstage e de actuação, permitindo assim aos fãs um contacto mais próximo com a faceta mais pessoal do músico.
Recorde-se que “Fvmily F1rst” saiu para as lojas pela Kambas/Sony Music no final de Fevereiro, entrando directamente para o Top 10 dos discos mais vendidos em Portugal.
jimmy nas nuves
FullSizeRender
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

 O Pixel Trasher, o live act audio visual de Dj Ride, sofreu um upgrade e apresenta-se sobre o mote Pixel Trasher 2.0 experimentado pela primeira vez na Queima das Fitas de Coimbra. Esta nova versão do seu espetáculo de vídeo scratch apresenta o verdadeiro ‘one man show’, onde o próprio artista manipula a imagem e som em tempo real e o público jamais consegue ficar indiferente. Report produzido pela Brocinema.

 

FullSizeRender

ciumes
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

“Ciúmes”, com a participação dos HMB, chega agora ao público, apoiado num inquietante videoclip assinado pela dupla Stef & Ivo, filmado em Londres, com um excelente cast de atores locais, o aperitivo ‘From Scratch’, o disco que promete marcar o nosso final de ano que tem data de saída prevista para o fim de Setembro através da Nortesul. 

Um disco que reúne alguns dos nomes mais significativos da mais moderna música urbana (Valete, Free The Robots, Capicua, Stereossauro, Jimmy P, Dengaz e Zacky Man, Lewis M, MGDRV, Holly e Mia Holiday) e em que afirma, mais uma vez, o seu gosto pelo risco, pela experimentação, partindo dos alicerces do Hip Hop para viajar pelos universos mais futuristas da cena electrónica actual.

Disponível em:

Youtube
iTunes
MEO Music
Spotify
Deezer
TIDAL
Google Play (download)
Google Play (streaming)
Rdio
Xbox Music

 ciumesciumes

 

valeye blitz
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Valete edita Mixtape ‘Na Batida dos Outros’ misturada pelos Beatbombers (DJ Ride e Stereossauro) preparada para a revista BLITZ que sai com a edição de Abril. A Mixtape reúne várias das participações (Orelha Negra, Jimmy P, Sam The Kid, Cabes) que o rapper, um dos poetas mais destacados da geração de hip hop, fez contando com 15 temas. Dois dos temas são inéditos que nunca viram a luz do dia, temas esses com W-Magic ‘Bicho do Mato’ ‘que creio que é das coisas mais bonitas que vão acontecer no futuro do hip-hop. Sei que ainda vai errar muito, mas daqui a três ou quatro podemos estar a falar de algo muito especial’ e ‘Guerreiro Otomano’ ‘É um tema que eu fiz dedicado ao Bento Algarvio, que hoje é um grande amigo, campeão do mundo de boxe e com uma história muito parecida com a nossa: não tem apoios da Federação de Boxe portuguesa e, como nós, vai fazendo as coisas com pouco dinheiro.’.

valeye blitz

O tema ‘Beat Bombers Skit’ traz à cena a arte do DJ e do Scratch, arte essa que Valete sente que se vai perdendo ‘O DJ tem perdido o papel que já ocupou na música rap e também na cultura hip-hop. Até chegarmos a um ponto em que muitas bandas de hip hop já nem levam DJ para o palco. E concluímos que o DJ hoje tem que fazer muito mais do que scratch. Tem que ser mais abrangente. E é aí que eu vejo o Ride como um exemplo. Primeiro, ele entende que o hip-hop também pode ser drum’n’bass. Também pode ser reggae. Ele percebe que o DJ, pela sensibilidade musical que tem, pode-se estender à produção. E acho que é isso que os DJs têm que entender melhor. Em 2015 não faz sentido resumirem-se ao scratch.’

A mixtape chama-se ‘Na Batida dos Outros’ pois é o Valete em participações. Um conceito diferente que ‘deu-me a oportunidade de trabalhar com dois dos artistas que eu mais admiro, principalmente o DJ Ride, de quem sou mesmo super fã. Foi ali uma mistura de muitas coisas’.

 

capa
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

capa

Chega às lojas na próxima segunda-feira dia 23 de Fevereiro o novo trabalho discográfico de Jimmy P, que revela um lado mais maduro e orgânico do rapper onde as relações humanas se tornam protagonistas das doze faixas que compõem o álbum.

Intitulado “Fvmily F1rst” (lê-se family first), o disco sai com o selo da recém criada editora Kambas, fundada por Fred Ferreira (Orelha Negra/Banda do Mar), e tem distribuição nacional Sony Music. São para já conhecidos dois temas: “Marcha” que foi disponibilizado para a web em Novembro através do canal de soundcloud do rapper, e ainda o single “On Fire” que já se ouve nas rádios nacionais, acumula mais de 350.000 visualizações em pouco mais de três semanas, e que nas próprias palavras de Jimmy P “é o tema que melhor ilustra aquilo que é este álbum – um crossover entre o rap e o rn’b”.

Fvmily First” foi gravado integralmente nos estúdio profissionais da Sine Factory, com mistura e masterização a cargo de Michael Ferreira que co-produziu executivamente este disco, à semelhança do que aconteceu no antecessor #1. Feito em colaboração com vários músicos e produtores, o segundo longa duração de Jimmy P conta com produções de Dj Ride Agir, Fred (Orelha Negra), J-Cool, e Francisco Reis, e traz também alguns featurings nomeadamente com Valete, Agir que empresta a voz no tema “2 dias”, JêPê, e D-Ro.

Jimmy P é o alter ego para Joel Plácido, um dos nomes mais sonantes no hip-hop da atualidade, recentemente galardoado com o prémio de Melhor Atuação – Artista Revelação pelos Portuguese Festival Awards. Artista camaleónico que funde o hip-hop com o rn’b, é no palco que Jimmy P se revela fazendo dos seus concertos energéticos uma experiência inesquecível.

Para este “Fvmily First” o rapper apostou num álbum mais coeso e menos diversificado em termos sonoros que o antecessor #1, trazendo para a lírica o tema das relações humanas e da valorização do individuo. Segundo Jimmy P “este é um disco sincero, honesto e frontal que fala da importância dos sentimentos e da dignidade acima de tudo o que é material”.

Jimmy P tem agendada uma tour de show cases gratuita para apresentação do disco que terá lugar de 02 a 05 de Março, respectivamente nas estações ferroviárias de Braga, Porto São Bento, Coimbra A e Lisboa Rossio. Com uma agenda de concertos preenchida de Norte a Sul do país, o ponto alto da digressão é a sua esperada atuação no palco principal do Festival MEO Sudoeste.

viriz
SHAREShare on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+Email to someone

Valete foi convidado a criar a música oficial de combate de Bento Algarvio, Campeão Mundial de Boxe. O tema chama-se ‘Guerreiro Otomano’ e apresenta-se como o mais recente tema revelado pelo artista disponível no seu canal do Youtube e em breve disponível para venda em mais de 650 lojas digitais.

Enquanto finaliza o seu 3o álbum de originais intitulado ‘Homo Liber’, Valete tem estado na estrada a dar concertos. No próximo fim-de- semana atua a 13 de Fevereiro na discoteca Doors em Lisboa e no dia seguinte, a 14 de Fevereiro, no Festival X-Carnival, na Figueira da Foz.

‘Homo Liber’ em latim – em português, Homem Livre – anuncia a necessidade de construção de um novo homem sobre um paradigma diferente edificado no caos mundial. Apresenta-se como um álbum de esperança mas caminha pela já conhecida veia social e interventiva do artista e humanista bem ao jeito das ‘Fábulas para as  Nações Jovens’ de Fernando Pessoa.

Mais informações disponíveis na página oficial do artista em: www.facebook.com/valete1 

Newsletter